26 agosto 2015

SALTO QUÂNTICO? ESPIRITUALISMO? DNA?



Transformação...
Somos um conjunto de 50 trilhões de células, que formam um organismo chamado corpo humano que simultaneamente forma um organismo chamado Terra (Gaia).
A Terra é semelhante ao corpo humano. 
A Terra tem sua própria geração eletromagnética, assim como o corpo humano. 

Somos tudo pura energia, partículas eletromagnéticas viajando no tempo e no espaço.

Um salto quântico de partículas é o movimento de um objeto de um lugar para o outro sem percorrer o espaço que os separa.

Trazendo isso para nosso entendimento, um salto quântico de consciência é uma mudança de percepção da nossa realidade!!
No caso de um mega apocalipse, você não irá a lugar nenhum e não passará por lugar algum!
No momento estamos sintonizados com o mundo tridimensional, ou terceira dimensão, portanto, é o que percebemos como realidade. 

Nosso nível de abstrair o ambiente é muito limitado com o corpo que possuímos agora o que nos torna vulneráveis ao efeito que ele produz em nossa consciência.
Assim como um rádio e a televisão, todas as estações estão transmitindo nesse momento alguma programação ao mesmo tempo, independente de como você as recebe, se sua antena é a cabo ou não. 

Você não vê o programa que está sendo enviado de outros países na sua TV ou outros programas daqui mesmo do Brasil? 
Sua antena é daquelas que se coloca em cima da TV ainda?

Veja, você não vê as outras transmissões, não porque elas não existam, mas porque você não tem mecanismos técnicos para decifrá-los, para recebê-los.

Assim é a nossa mente. Uma baita antena que recebe frequências eletromagnéticas a todo instante e nesse momento a maioria de nós está sintonizado com a estação – 3D.

E se você mover o dial do seu rádio, ou trocar o canal da sua TV interna – sua PERCEPÇÃO – poderá se conectar com inúmeras estações que estão nesse momento disponíveis para todos nós – a 4D, 5D, 6D etc.

A longitude de onda rápida e curta será proporcional a sua recepção e ela está intimamente ligada à ativação do ritmo cambiante de nosso cérebro e de todas as células de nossos corpos afetando sobremaneira nosso DNA.

À medida que estamos mais e mais “sintonizados” com as vibrações vindas do espaço (informação), essa transmissão transformará drasticamente nossas mentes, emoções e forma física à medida que se sincronizam com as vibrações em aceleração durante este tempo de incrível mudança que estamos passando.

Quando estamos num estado de alegria ou gratificação, nossa freqüência vibratória muda e entramos em um “continuum” vibratório que vai se elevando cada vez mais.

Se você não está receptivo a essas mudanças porque não acredita, ou porque não sabe como fazê-la, não desanime, a estação ou canal não desaparece, ele continuará a transmitir até que você sinta a sincronicidade das coisas. 

Chegará a sua hora de despertar.
Você já sabe que temos poderes psíquicos – extrassensoriais – e esse “poder” nada mais é que mover o “dial” para alguma estação!
Qual a estação?

Sua frequência vibracional, ou seja, o estado de sua consciência, sua percepção quanto ao ambiente, determina a estação que irá acessar.
A morte – do corpo físico – é apenas mudança de vibração de nossa consciência – um salto quântico sem precedentes!

Não há nenhuma morte, só o movimento de consciências entre infinitas realidades de tempo/espaço. 

Ou seja, consciências (informações) viajando por ondas de transmissão.
O corpo físico (analogamente) seria o corpo de uma TV.
Toda aquela parafernália de circuitos eletrônicos e fios seriam nossos órgãos internos.

Se algo quebrar ou danificar, a TV pára de transmitir com perfeição o que está sendo enviado (vai ter chiado, sombras, cores borradas ou sem cores), mas a programação será enviada de qualquer maneira.

Se seu aparelho de TV não consegue mais receber as frequências, você a troca por outra que dê o mesmo resultado ou por outra de última geração!
O que quero que você entenda é que estão trocando as peças de nossa TV (nosso corpo) – para recebermos uma melhor definição de informação – HD.

A TV de sua vizinha está no mesmo combo de antena a cabo que você, mas ela verá coisas que você não vê, porque a TV dela é Full HD e a sua… ainda está no seletor de canais manual de 1970.

Assim, duas pessoas no mesmo lugar (no mesmo prédio), experimentam os mesmos eventos (transmissão) de maneira diferente!
Os diversos sons que alguns de nós estão ouvindo ou sentindo, fazem parte de uma alta freqüência para uma reprogramação genética, assim como todo o universo está sendo atualizado a nível galáctico.

Nós sabemos que sons modificam a forma (cimática), portanto o som está modificando nosso organismo (TVs internas!)
Estamos nos tornando FULL HD!

A Matrix tridimensional é uma construção vibracional e para remover seu controle temos que romper o poder vibracional que ela tem sobre nós.
Na realidade, a maior parte desse ‘poder’ é simplesmente nossa ignorância de que tal controle existe.
E uma coisa que deve ser entendida é que nós não morremos, porque nós não podemos morrer!

Consciência é Energia e energia não pode ser destruída, somente transformada em outra forma de expressão de si mesma.
Quando você se percebe que não é seu corpo físico, mas sim, consciência eterna e infinita, sua visão de si mesmo e seu potencial é expandido além da medida!!

A compreensão dessa ideia lhe daria um tremendo salto quântico aqui!
Percebam que se entendermos que essas vibrações, frequências, forem coerentes com nosso estado mental e físico poderemos passar por eventos caóticos com maior domínio, intuição e conhecimento de que estamos criando nosso próprio destino e não estaremos à mercê da informação do ambiente.

Observe que duas pessoas podem ter respostas emocionais muito diferentes passando pelo mesmo problema. 

Enquanto uma pessoa pode ficar paralisada de medo, raiva e ressentimento, a outra pode sentir que o momento é inspirador e de total controle. 

Ele ou ela podem “pegar” a mensagem cósmica, súbita e inesperada, como uma realidade que todos experimentamos como sendo um produto de nossas mentes.

Estes elementos libertam a consciência e criam uma atração positiva, de modo que no meio do caos encontraremos as diretrizes corretas que nos levarão a sair de forma emocional estável através das situações caóticas.

Para uma pessoa que está mental e emocionalmente preparada para receber eventos caóticos como catalisadores evolucionários, o futuro próximo estará cheio de incidentes “divertidos”, confusão inesperada e um sentimento de despertar de um sonho coletivo que nos prendeu por muito tempo.

Mas para uma pessoa que não estiver preparada (inconsciente dessas mudanças) o caos será uma história totalmente diferente, com muita dor e sofrimento dominante que a tornará infinitamente presa a essa dimensão limitada.
As mudanças serão drásticas em todos os planos… 
Terminar-se-á o controle dos que estarão em uma estação de rádio e TV diferentes, se é que você me entende.
Estes estão desesperados e o MEDO é sua forma de manter o controle sobre todos nós.

Quanto mais inseguros ficarmos em relação a nossos destinos e de nossos entes queridos, mais nós nos agarraremos a religiões dominadoras, mais nos condicionaremos a pensar que não há saída e que a “SALVAÇÃO” está chegando!

As igrejas estão se proliferando como as farmácias. 
Há sempre uma a cada esquina.
Agora é tempo de decisão de separar o joio do trigo, de nos mergulharmos em uma posição. 
Ou você acredita que estamos sendo manipulados ou acredita que tudo não passa de mentes doentes e esotéricas.

A escolha é sempre nossa, medo ou amor, prisão ou liberdade. Livre arbítrio sempre.

Texto de Laura Botelho

31 julho 2015

28 julho 2015

As pessoas vêem o que querem ver...

Você acredita que nasceu em um mundo. 
Não é assim.
Cada um de nós cria um mundo para si mesmo.

Você vive nele e reclama dele. 

Seu mundo é composto de desejos e da satisfação dos desejos, de medo e de estratégias para evitá-lo.

Você não consegue ver o que é seu mundo privado? 
É um pouco mais que um artefato da mente. 
Uma vez que você veja essa loucura, você estará no caminho de saída.

Veja que você cria o espaço em que o mundo se move, o tempo em que ele dura. 
Perceba que o mundo é apenas areia. 
Você pode brincar com ele, você pode andar sobre ele, mas não construa uma casa lá.

Não há jornada como se diz. 
Pode parecer que não, mas estamos sempre de volta onde começamos.

"O que fomos em essência, e o que seremos em essência, é o que somos em essência", diz o sábio em outra síntese magistral.

Wu Hsin

27 julho 2015

Estou em construção!

Sem criar expectativas...Meditando.
 Sem analisar o progresso...Observando. 
Sem julgar o EGO...Percebendo. 
A minha paz é um reencontro, uma liberdade que não mora na luta contra o EGO. 
Estou em uma conquista singular, na serenidade da observação. 
Esvaziando a cesta no caminho da busca, da iluminação, dos conceitos mentais. 
Sou uma onda, que percebeu que também é o oceano. 
Agitações, recolhimentos, são ondas que mudam. 
EU e o profundo oceano, permanecem tomando consciência de si. 

 Carla Fabi
ane

07 julho 2015

Salve a crise!


Lenine e eu...



Elis Regina e eu...



Tenha medo não, tenha medo não, tenha medo não.
Nada é pior do que tudo, nada é pior do que tudo.
Nem um não, nem um sinal, nem um ladrão, nem uma escuridão, nada é pior do que tudo que você já tem no seu coração mudo...
Tenha medo não, tenha medo não, não tenha medo não, tenha medo não, nada é pior do que tudo, nada é pior do que tudo.
Nem um cão, nem um dragão, nem um avião, nenhuma assombração.
Nada é pior do que tudo que você já tem no seu coração mudo...
Tenha medo não, tenha medo não, não tenha medo não, tenha medo não.
Nada é pior do que tudo, nada é pior do que tudo.
Nem um chão, nem um porão, nem uma prisão, nem uma solidão...
Nada é pior do que tudo que você já tem no seu coração mudo...
Tenha medo não, tenha medo não, não tenha medo não, tenha medo não, nada é pior do que tudo, nada é pior do que tudo...
Não tenha medo não, tenha medo não, tenha medo não, tenha medo não, nada é pior do que tudo, nada é pior do que tudo...
Não tenha medo não, tenha medo não, não tenha medo não, tenha medo não, nada é pior do que tudo...

Arnaldo Antunes e eu...


  •  
  • Ar fresco em vossas mentes...

    http://pensarcompulsivo.blogspot.com.br/

    A unicidade está além das palavras.


    http://pensarcompulsivo.blogspot.com.br

    31 maio 2014

    Meus inimigos estão no poder ...

    Ideologia é um termo que possui diferentes significados.

    No senso comum significa ideal, e contém um conjunto de idéias, pensamentos, doutrinas ou de visões de mundo de um indivíduo ou de um grupo, orientado para suas ações sociais e, principalmente, políticas.
     Diversos autores utilizam o termo sob uma concepção crítica, considerando que ideologia pode ser considerado um instrumento de dominação que age por meio de convencimento; persuasão, e não da força física, alienando a consciência humana.

     O termo ideologia foi usado de forma marcante pelo filósofo Antoine Destutt de Tracy e o conceito de ideologia foi muito trabalhado pelo filósofo alemão Karl Marx, que ligava a ideologia aos sistemas teóricos (políticos, morais e sociais) criados pela classe social dominante.

    De acordo com Marx, a ideologia da classe dominante tinha como objetivo manter os mais ricos no controle da sociedade.

     No século XX, varias ideologias se destacaram: ideologia fascista implantada na Itália e Alemanha, principalmente, nas décadas de 1930 e 1940; a ideologia comunista implantada na Rússia e outros países, e visava a implantação de um sistema de igualdade social, ideologia democrática, surgiu em Atenas, na Grécia Antiga, e têm como ideal a participação dos cidadãos na vida política; ideologia capitalista surgiu na Europa e era ligada ao desenvolvimento da burguesia, visava o lucro e o acumulo de riqueza; ideologia conservadora que são idéias ligadas à manutenção dos valores morais e sociais da sociedade; ideologia anarquista, que defende a liberdade e a eliminação do estado e das formas de controle de poder e ideologia nacionalista, que exalta e valorização da cultura do próprio país. Ideologia na Filosofia Hegel abordou a ideologia como uma separação da consciência em relação a si própria. Marx utilizou essa concepção hegeliana para diferenciar dois usos diferentes do conceito de ideologia: um que expressa a ideologia como causadora da alienação do homem através da separação da consciência; e outra que contempla a ideologia como uma superestrutura composta por diversas representações que compõem a consciência.

     Para Karl Marx, a ideologia mascara a realidade.

    Os pensadores adeptos dessa escola consideram a ideologia como uma ideia, discurso ou ação que mascara um objeto, mostrando apenas sua aparência e escondendo suas demais qualidades.

     Ideologia na Sociologia A sociologia descreve uma ideologia como uma associação de representações e idéias que um determinado grupo social produz a respeito do seu meio envolvente e da sua função nesse meio.

     Existem ideologias políticas, religiosas, econômicas e jurídicas.

    Uma ideologia se distingue de uma ciência porque não tem como fundamento uma metodologia exata que são capazes de comprovar essas idéias.

     O grupo que defende uma ideologia frequentemente tenta convencer outras pessoas seguirem essa mesma ideologia. Assim, existem confrontos ideológicos e consequentemente ideologias dominantes (hegemônicas) e dominadas (subordinadas).


    28 maio 2014

    Osho disse:

     "De uma coisa eu sei: A existência não tem nenhuma meta.
     E, como parte da existência, não posso ter meta alguma. 
    No momento em que você tem uma meta, você se separa da existência. 

    Então, uma pequena gota de orvalho está tentando lutar contra o oceano. 
    O problema é desnecessário. 

    A luta é sem significado. 
    Eu jamais penso nos 'ontens' e jamais penso nos 'amanhãs'.

     Isso me deixa apenas um pequeno momento, um momento presente, solto, leve, livre e limpo". 

    Você poderia afirmar que também não pensa no ontem e no amanhã? 

     Participante – A mente pensa. 
     Exatamente. 
    A mente pensa no ontem e no amanhã. 

    E, aqui, se você se identifica com a mente, inicia um conflito – o conflito da gota contra o Oceano, do tempo contra o Agora, da mente contra a Observação.

     A mente gera a ideia de que não devemos pensar no ontem e no amanhã. 

    Porém, a real revolução está em compreender que o amanhã e o ontem são um reflexo na Consciência, agora. 

     Contemple essa possibilidade e veja se isso é pertinente em você, se isso faz parte da sua natureza. Investigue até que isso seja real para você. 

     Estamos aqui para fazer um câmbio, para trocar a sua identidade de pensador para observador. 

    Se é para você ter alguma identidade – porque você não existe sem identidade –, não seria melhor identificar-se com o observador? 

    Então, considere isso! 
    Temporariamente, até que você realize que nem mesmo o observador, senão a pura observação é a sua verdadeira natureza. 

     Osho diz: "Eu jamais penso nos 'ontens' e jamais penso nos 'amanhãs'. Isso me deixa apenas um pequeno momento, um momento presente, solto, leve, livre e limpo". 

    O que você precisa fazer para chegar nesse ponto de "solto, leve, livre e limpo"? 
    Dando-se conta de que a mente tem te oferecido uma identidade pautada nas memórias, no passado, no tempo, nos reflexos; enquanto que o agora, oferece, incondicionalmente, um "você" solto, leve, livre e limpo. 

     Satyaprem

    Ver ...viver e reviver...